Enviar
 
Entrevistas
ENTREVISTA CEDIDA DR ERNANE SILVEIRA ROSAS - CONFIRA

   Titulação:


Entrevista:

Quais os motivos que o levaram a escolher a Nutrição como profissão?
Em 1972 não se falava de Nutrição. O papel do profissional Nutricionista ainda era bastante desconhecido. Quando fui me inscrever para fazer o vestibular, na descrição das profissões, a nossa carreira era descrita como um profissional da Área da Saúde que sabia tudo a respeito dos alimentos e que ajudava as pessoas a terem (ou recuperarem) a sua saúde através do uso correto dos alimentos. E isso me encantou. E eu coloquei a Nutrição como primeira opção de carreira. E passei no vestibular. E iniciei em março de 1973 a minha graduação.

Qual é a sua área de atuação? Quais as mudanças mais significativas que você pode perceber no decorrer dos anos
Eu já trabalhei em hospitais, restaurantes comerciais, restaurantes industriais, escolas. Atuei até setembro de 2015 fazendo treinamentos para funcionários que manipulam alimentos nos estabelecimentos clientes da empresa Éricon. Procurei conscientizá-los da importância dos seus trabalhos para preparação dos alimentos. Que um alimento contaminado pode matar alguém. E que todos nós temos a obrigação de prevenir contaminação de alimentos. Todos temos que estar consciente que depois que houve uma contaminação, não dá para desfazer o prejuízo causado. Que todos, de alguma forma, teremos que pagar pela falha. E que o meu papel é ajudá-los a fazer o certo.
Como uma mudança significativa eu percebo que as pessoas estão buscando alternativas mais saudáveis para sua alimentação. Até o governo está despertando para a importância do seu papel na prevenção das Doenças não Transmissíveis e o Ministério da Saúde editou o Guia Alimentar que preconiza o uso de alimentos não industrializados - alimentos minimamente processados - como ideal para se recuperar e/ou manter a saúde. O próprio Ministério da Saúde, através do Programa PARA da Anvisa está informando à população quais alimentos devem ser evitados porque eles estão com excesso de agrotóxicos ou porque foi encontrado agrotóxico não permitidos para aquele lavoura. Enfim, são mudanças que visam informar à população qual risco existe no consumo dos alimentos oferecidos.

Você se lembra de alguma passagem de sua história na Nutrição que conte um pouco da trajetória
Era 1977 e estávamos trabalhando em um hospital universitário e um paciente estava com uma grave doença. Os médicos trabalharam duro para não perder aquele paciente e eles venceram a luta. Então o médico responsável pela equipe nos chamou e disse que a doença estava curada. Porém, eles não tinham mais nenhum recurso em medicamentos para usar naquele paciente. Que a partir dali o que poderia salvar a vida daquela pessoa seria através da Nutrição. E nós nos debruçamos em estudar qual dieta seria mais adequada e conseguimos atende-lo. E ele saiu vivo daquele hospital. Este fato nos mostrou a importância da Nutrição, tanto em recuperar a saúde, como mantê-la.

Para você até onde a Ciência da Nutrição pode chegar?
Eu acredito que a Nutrição não tem limite. Que podemos e devemos pesquisar tudo o que acontece após ingerirmos qualquer alimento. Sobre o que ele contém em minerais, vitaminas, em calorias e o que irá resultar após ele ser ingerido. Alguns agricultores mal orientados utilizam agrotóxicos que deixam solos, água e ar contaminados. Precisamos saber como estes venenos reagem nos nossos organismos, quando se encontram com os conservantes, corantes, emulsificantes, acidificantes, flavorizantes e outras substâncias presentes nos alimentos industrializados. E para pesquisarmos isso, precisamos da ajuda dos químicos, dos farmacêuticos, dos engenheiros. Enfim, a união com outros profissionais irá nos ajudar a encontrar muitas respostas. Respostas que são importantíssimas para a Ciência da Nutrição. E para o nosso desempenho profissional.

Qual é o papel das entidades de classe no desenvolvimento do profissional e da Ciência da Nutrição
Eu entendo que quem faz a nossa formação são as faculdades. E que é obrigação dos Conselhos Regionais a fiscalização destes estabelecimentos de ensino. Hoje existem lugares que querem formar nutricionistas ensinando à distância. Sem nenhum contato com pessoas para a sua formação profissional. Eu considero esse meio de formação bastante inadequado, muito ruim. E não vejo nenhum combate, nenhuma manifestação dos Conselhos contra este modelo de ensino. Eu acredito que isso pode prejudicar muito os profissionais já formados, porque eu entendo que um médico, um nutricionista, um fisioterapeuta formado através de ensino à distância, quando for exercer a sua profissão terá muita falta de informações importantes para o exercício da profissão. E todos nós perderemos com isso.
E até hoje eu não li nenhum posicionamento contrário à essa modalidade de ensino, vindo dos nossos líderes. As entidades podem fazer alguma atualização profissional, através de EAD, porém a nossa formação profissional não poderia ser "on line".

A Nutrição é ainda uma profissão do futuro, ou já é do presente?
A Nutrição já é uma das profissões mais importantes para a sociedade brasileira. No aqui e agora. Somos valorizados por pessoas das mais altas patentes e também pelas pessoas simples. Artistas dão declarações de como conseguiram recuperar a sua saúde, a sua autoestima, através da ajuda de um nutricionista. Acredito que podemos muito mais. Atuando nas escolas, ajudando as crianças a desenvolverem um hábito alimentar saudável; participando de programas televisivos que esclareçam as pessoas quais são os alimentos saudáveis e quais são os prejudiciais à saúde; Trabalhando em Postos de Saúde, nas equipes do PSF, em restaurantes comerciais e industriais; enfim quanto mais pudermos ajudar às pessoas a escolherem o que comer, prevenindo doenças, menos problemas de saúde elas pessoas irão ter. E deixar os hospitais mais vazios para atender os pacientes graves, que realmente necessitam de um atendimento de urgência.

Qual é a sua mensagem para os estudantes de Nutrição?
Que acreditem que todos nós, através da Nutrição, podemos ajudar as pessoas a não ficarem doentes. Que uma alimentação saudável previne mais de 70% das doenças. E que se a doença vem, ela chega muito mais branda, muito mais fácil de ser tratada e curada.

Faça comentários que acredita serem importantes para o profissional Nutricionista:
Que precisamos nos unir mais em torno das nossas entidades. Participar mais das suas decisões. De ajudar nos destinos da nossa profissão. De "partir para cima", cobrar de todas as entidades um posicionamento acerca dos assuntos que interferem no nosso destino. Cobrar dos governos. E dar sugestões de como melhorar o nosso dia-a-dia. Nunca dar cheque em branco para ninguém.
Saber que a solução de todos os problemas da nossa vida pessoal e profissional passa pelo nosso engajamento, pela nossa luta e pela nossa união.

       
  Institucional Congressos Cursos Benefícios Notícias Produtos APAN  
  • A associação • Congressos APAN • Cursos APAN • Descontos para associados  
  • Membros APAN • Congressos Parceiros • Cursos Parceiros • Parceiros  
  • Sua História é nossa história • Cadastro  
  • História APAN 1954 a 2014 • Fotos  
• Linha do tempo APAN  
• Acervo de fotos  
  Av. Pacaembu, 746 - 10º Andar
Barra Funda - São Paulo - SP
CEP: 01234-000
Atendimento:
Das 13:00h às 18:00h
apanutri@apanutri.com.br
Telefones:
Tel.: (11) 3255.2187
 
Corpyright © 2013 - Associação Paulista de Nutrição. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por IZ3